Manifesto CBD é Legal!


Todo site tem um “Quem Somos”. Por isso queremos nos apresentar: somos a Causa CBD.

Talvez você não tenha ouvido falar nessa Causa ou nem conheça a palavra CBD, mas, com certeza, já deve ter visto uma discussão sobre a regulamentação da Cannabis medicinal na TV, nas redes sociais e nos jornais.

O que CBD tem a ver com Cannabis?

O CBD é uma das substâncias ativas da Cannabis. Há quem o chame de canabidiol. É a mesma coisa. CBD é o mais conhecido dos canabinoides, entre as mais de cem substâncias que a planta possui.

A conversa sobre o CBD é simples e boa. Ele não dá o tal do “barato” – ou seja, não altera o estado de consciência das pessoas. A segunda parte sobre o CBD é a mais importante: envolve ciência, saúde e esperança.

A ciência tem demonstrado que o CBD tem efeitos benéficos sobre doenças como epilepsia, Alzheimer, autismo, Parkinson, dores crônicas, transtorno de ansiedade, síndrome do pânico, entre tantas outras. A cada estudo publicado, aumenta na comunidade médica a confiança de uma nova alternativa para o tratamento de muitas enfermidades. A cada prescrição de CBD, renasce nos pacientes a esperança de uma vida melhor, de se ter mais saúde.

Como você pode ver, além de simples, a história é bela, como a vida pode ser.
 

Manifesto CBD é Legal!


Todo site tem um “Quem Somos”. Por isso queremos nos apresentar: somos a Causa CBD.

Talvez você não tenha ouvido falar nessa Causa ou nem conheça a palavra CBD, mas, com certeza, já deve ter visto uma discussão sobre a regulamentação da Cannabis medicinal na TV, nas redes sociais e nos jornais.

O que CBD tem a ver com Cannabis?

O CBD é uma das substâncias ativas da Cannabis. Há quem o chame de canabidiol. É a mesma coisa. CBD é o mais conhecido dos canabinoides, entre as mais de cem substâncias que a planta possui.

A conversa sobre o CBD é simples e boa. Ele não dá o tal do “barato” – ou seja, não altera o estado de consciência das pessoas. A segunda parte sobre o CBD é a mais importante: envolve ciência, saúde e esperança.

A ciência tem demonstrado que o CBD tem efeitos benéficos sobre doenças como epilepsia, Alzheimer, autismo, Parkinson, dores crônicas, transtorno de ansiedade, síndrome do pânico, entre tantas outras. A cada estudo publicado, aumenta na comunidade médica a confiança de uma nova alternativa para o tratamento de muitas enfermidades. A cada prescrição de CBD, renasce nos pacientes a esperança de uma vida melhor, de se ter mais saúde.

Como você pode ver, além de simples, a história é bela, como a vida pode ser.
 
 
O que complica tudo é o CBD ser confundido com droga por ser extraído da planta Cannabis. No Brasil, tem uso muito restrito. Na verdade, o CBD poderia ser tratado como produto natural, de livre consumo e fácil acesso para os pacientes que precisam dele. Isso já acontece em países na América Latina, na Europa, na maioria dos Estados americanos e no Canadá.

O que precisa ficar claro é que a Cannabis tem muitas variedades. Aquelas com teor de THC* inferior a 0,3% são chamadas de hemp (cânhamo). Nelas existe alto teor de CBD e praticamente zero de THC. O cânhamo não provoca qualquer efeito de alteração de consciência. O CBD não dá barato. Ele pode dar vida. Deveria ser legal, porque o CBD é legal.

Colocando tudo isso em perspectiva, temos um conceito simples que é a base da nossa causa: CBD faz bem à saúde, CBD vem do cânhamo e cânhamo não é maconha. Logo, CBD não é maconha. CBD é Legal!

Sim, amigo, é isso aí #CBDLegal. Junte-se a nós. Somos a Causa CBD é Legal.

E esse manifesto é um convite para que você nos ajude a comunicar e explicar a beleza e a simplicidade do CBD. Participe da campanha #CBDLegal.

Conheça as histórias dos pacientes, saiba como apoiar, leia sobre os estudos científicos, saiba tudo sobre o que acontece no mundo do CBD. Clique aqui e cadastre-se para acompanhar nossas ações.

Venha com a gente, afinal CBD é Legal!

*THC é um canabinoide que altera o estado de consciência, mas que também possui efeitos medicinais. Somos favoráveis ao uso medicinal do THC que também possui efeitos positivos à saúde, cientificamente comprovados. Entretanto, nossa opção nesta campanha é por esclarecer a população e chamar atenção do poder público para os benefícios e a segurança do CBD.
 
O que complica tudo é o CBD ser confundido com droga por ser extraído da planta Cannabis. No Brasil, tem uso muito restrito. Na verdade, o CBD poderia ser tratado como produto natural, de livre consumo e fácil acesso para os pacientes que precisam dele. Isso já acontece em países na América Latina, na Europa, na maioria dos Estados americanos e no Canadá.

O que precisa ficar claro é que a Cannabis tem muitas variedades. Aquelas com teor de THC* inferior a 0,3% são chamadas de hemp (cânhamo). Nelas existe alto teor de CBD e praticamente zero de THC. O cânhamo não provoca qualquer efeito de alteração de consciência. O CBD não dá barato. Ele pode dar vida. Deveria ser legal, porque o CBD é legal.

Colocando tudo isso em perspectiva, temos um conceito simples que é a base da nossa causa: CBD faz bem à saúde, CBD vem do cânhamo e cânhamo não é maconha. Logo, CBD não é maconha. CBD é Legal!

Sim, amigo, é isso aí #CBDLegal. Junte-se a nós. Somos a Causa CBD é Legal.

E esse manifesto é um convite para que você nos ajude a comunicar e explicar a beleza e a simplicidade do CBD. Participe da campanha #CBDLegal.

Conheça as histórias dos pacientes, saiba como apoiar, leia sobre os estudos científicos, saiba tudo sobre o que acontece no mundo do CBD. Clique aqui e cadastre-se para acompanhar nossas ações.

Venha com a gente, afinal CBD é Legal!

*THC é um canabinoide que altera o estado de consciência, mas que também possui efeitos medicinais. Somos favoráveis ao uso medicinal do THC que também possui efeitos positivos à saúde, cientificamente comprovados. Entretanto, nossa opção nesta campanha é por esclarecer a população e chamar atenção do poder público para os benefícios e a segurança do CBD.

Fique por dentro das novidades da campanha #CBDLEGAL


Receba nossa newsletter, acompanhe o andamento da consulta pública e saiba mais sobre CBD.

Apoio: